Foto
11mar

5 passos para construir uma equipe motivada e qualificada

No dia a dia muitos empresários me procuram para ajudá-los a treinar e motivar suas equipes. O objetivo da maior parte desses empreendedores é construir uma equipe motivada, comprometida e qualificada.

Mas afinal, o que é necessário fazer para que as pessoas parem de dar desculpas por não fazer a sua parte? O que fazer para que pessoas parem de reclamar e tenham mais atitude? Qual é a melhor forma de dar um “chacoalhão na turma” para que eles batam as metas?

Neste artigo vou compartilhar 5 passos simples que fazem toda a diferença na construção de uma equipe motivada e qualificada. Vamos lá então!

Passo 1 – Entenda os diferentes perfis comportamentais, contrate pelo perfil e saiba lidar com eles

Que as pessoas são diferentes umas das outras “todos sabem”. Que cada um tem a sua personalidade, seu estilo, crenças, valores, preferências e interesses, isso é algo também conhecido. Concorda com isso? Em tese isso é algo simples, mas na prática as empresas e os gestores parecem não levar em conta que o perfil comportamental do indivíduo é uma variável determinante para a forma como ele se comunica, interpreta e age. Saiba que mais de 85% das demissões são motivadas por questões comportamentais e menos de 15% são por razões técnicas. Em contrapartida, na hora de contratar o que mais pesa são as questões técnicas.
Um grande diferencial do trabalho que desenvolvo junto a empresários e seus negócios é o desenvolvimento da liderança para saber lidar com os diferentes perfis e, claro, para contratar pelo perfil e treinar as habilidades necessárias para a conquista dos resultados desejados.

Passo 2 – Tenha a autorresponsabilidade como um valor para a sua equipe

Pensar, sentir, falar e agir são poderes individuais. O uso desses poderes dependem de cada um e o resultado obtido pelo indivíduo é fruto do que ele pensa, sente, fala e faz. Simples assim! Cabe ao líder e a empresa criar as condições para que cada pessoa se desenvolva individualmente e colha os resultados de seus esforços. Uma equipe autogerenciável é constituída por indivíduos conscientes dos seus papéis e responsabilidades.
Autorresponsabilidade é a consciência da responsabilidade pessoal e individual por suas escolhas, pensamentos, sentimentos e resultados. Se eu fosse escolher um sinônimo para autorresponsabilidade diria que a palavra poderia ser maturidade.
Ajude os seus colaboradores e colegas a desenvolver a autorresponsabilidade, essa é uma parte importante na construção da sua equipe motivada e qualificada, o resultado disso é menos desculpas, menos vítimas, mais atitude e foco na solução.

Passo 3 – Faça as pessoas parte de um grande projeto onde elas se vêem no futuro

Há duas coisas que motivam uma pessoa a dar o “algo a mais”, em alguns casos se trata daquela “gota a mais de suor”, em outras pode ser aquele nível acima de comprometimento com o projeto. A primeira coisa é levar a pessoa a acreditar na grandeza do projeto e fazê-la sentir-se parte dele. Se você quer uma pessoa motivada de verdade então faça-a parte de um grande projeto.
A segunda coisa a fazer é conhecer os sonhos dessa pessoa e buscar alinhar seus sonhos com o seu futuro na empresa. Conseguindo fazer com que essa pessoa se enxergue na empresa no futuro e realizando os seus sonhos, eis aí aquele “brilho no olho” surgindo e isso fará a diferença.
No dia a dia ajudamos empresários e negócios a estabelecer uma visão clara e uma comunicação eficaz para fazer com que equipe e líderes se engajem mais com a empresa e seus objetivos. Essa dica vale ouro!

Líderes emocionalmente inteligentes atraem pessoas talentosas? 

Passo 4 – Reconheça e recompense as pessoas por seus resultados

O reconhecimento é a demonstração do valor percebido e da gratidão diante de algo bem feito e que gerou resultados positivos. O reconhecimento deve ser um hábito e fazer parte da cultura da sua equipe. Existem pessoas que “precisam” do reconhecimento público, enquanto outras preferem que isso seja feito individualmente. O reconhecimento pode ser acompanhado de prêmios individuais ou em grupo.
A recompensa é uma retribuição pelo resultado gerado, pela meta batida ou “missão cumprida”. Essa retribuição pode ser monetária (ex: prêmio em dinheiro, participação nos ganhos e/ou lucros) e pode ser relacionada a uma projeção na carreira (ex: novas funções, desafios, prestígio).
É fundamental que o sistema de reconhecimento/recompensa seja claramente compreendido pela sua equipe.

Passo 5 – Incentive a abertura e a flexibilidade na sua equipe

Aprender, desaprender e reaprender faz parte do jogo para a maior parte das carreiras e negócios. Se com o você ainda não é assim, prepare-se pois será. A única coisa certa é que a mudança acontece, quer por escolha nossa ou por força das mudanças externas, essas cada vez mais imprevisíveis.
Aprender exige abertura e flexibilidade, isso precisa ser desenvolvido e treinado constantemente. Desenvolver potenciais individuais e coletivos, promover a criatividade, fomentar a iniciativa, a produtividade e o foco em resultados exige abertura e flexibilidade.
Nada melhor do que eventos, palestrar, cursos e dinâmicas em grupo para desenvolver abertura e flexibilidade nas pessoas. São essas estratégias que utilizamos todos os dias.

Gestão de pessoas: como contratar e liderar melhor as pessoas

Espero que este texto seja útil para você. Deixe um comentário com a sua opinião sobre este assunto e se quiser conversar conosco sobre como construir uma equipe motivada e qualificada, saiba que estaremos a disposição, pois aqui na Rede de Empreendedores isso é uma prioridade.

Abraços,

Maurílio Barboza
Consultor Estratégico e Coach de Negócios

FacebookTwitterGoogleLinkedIn


Avatar
redeempreendedores
Maurílio Barboza é fundador da Rede de Empreendedores, consultor estratégico nas áreas de marketing, vendas e gestão de pessoas, coach de negócios, facilitador em treinamentos e formações de Coaching com PNL.

Envie o seu comentário