Foto
15fev

Você sabia que existem estilos de liderança?

Daniel Goleman, menciona em seu livro “O Poder da Inteligência Emocional” (2018) seis estilos de liderança que estimulam resultados, levando em consideração as aptidões da inteligência emocional.

Não há um estilo certo ou errado, como também não há um estilo único, o líder pode transitar entres os seis estilos se souber utilizar suas habilidades, observando e aliando a situação apresentada e o melhor estilo. Cada estilo irá afetar o clima organizacional de uma forma e consequentemente o desempenho dos colaboradores.

Mas afinal, quais estilos  de liderança são esses?

Em poucas palavras são: Visionário, Treinador, Afetivo, Democrático, Modelador e Coercitivo.

Vamos falar de cada um deles!

O Visionário – instiga sua equipe a focar em objetivos compartilhados. Quando é indicado? Quando são necessárias mudanças a partir de novas perspectivas e foco.

O Treinador – Busca fazer uma ponte entre os objetivos pessoais do seu colaborador e os objetivos da empresa. Quando é indicado? Para auxiliar um colaborador a desenvolver habilidades a longo prazo.

O Afetivo – Cria harmonia entre os colegas de trabalho. Quando é indicado? Para fortalecer, motivar em situações estressoras e na resolução de conflitos.

O Democrático – Valoriza a equipe, dessa forma consegue dedicação e empenho. Quando é indicado? Na mediação de grupos para obtenção de apoio e na busca de habilidades específicas de cada colaborador.

O Modelador – Enfrenta desafios, alcança metas, é motivado e competente. Mas ATENÇÃO, é preciso muito cuidado com esse estilo de liderança, pois se for mal executado, por exemplo, com cobranças excessivas ou dominação, pode causar um impacto altamente negativo na equipe. Quando é indicado? Na obtenção de resultados de alta qualidade.

O Coercitivo – Costuma tranquilizar a equipe em situações de risco, foca na busca de alternativas nos momentos de emergência. Mas ATENÇÃO, também é conhecido como líder autoritário, exige obediência e não gosta de ser questionado, podendo levar a um clima organizacional ameaçador, comprometendo a qualidade do ambiente de trabalho. Quando é indicado? Em um momento de crise, para iniciar mudanças ou resolver problemas com colaboradores.

Então, você encontrou seu estilo(s) predominante(s)?

Líderes emocionalmente inteligentes atraem pessoas talentosas?

Psicóloga Andrea Weis
CRP/RS 07/07842

FacebookTwitterGoogleLinkedIn


Avatar
redeempreendedores
Maurílio Barboza é fundador da Rede de Empreendedores, consultor estratégico nas áreas de marketing, vendas e gestão de pessoas, coach de negócios, facilitador em treinamentos e formações de Coaching com PNL.

Envie o seu comentário